Um médico hepatologista se tornou um dos grandes pilares dentro da medicina, uma vez que trata de um órgão tão importante para o corpo humano, que é o fígado.

Então, se você deseja conhecer mais sobre essa subespecialidade e como ingressar nesta área, continue lendo a seguir. 

O que faz um hepatologista?

O hepatologista é responsável pelo fígado e é um médico especialista nas doenças que o afetam, como também afetam a vesícula biliar e o pâncreas. 

Os médicos de clínica geral e os gastroenterologistas também podem tratar destas patologias, mas com o avanço das mesmas ao longo do tempo, passou a se tornar  mais difícil para os gastroenterologistas terem todo o conhecimento sobre elas. Por conta disso, os pacientes são encaminhados para este especialista depois de serem consultados por um gastroenterologista. 

Portanto, tornou-se essencial que estes profissionais se especializem na área para oferecer o melhor serviço possível, pois o hepatologista precisa ter conhecimentos para realizar tanto o diagnóstico quanto o tratamento das doenças do fígado, incluindo o transplante hepático.

As doenças mais comuns que são tratadas pelos hepatologistas, são as Hepatites, Infecção hepática gorda, Cirrose, Cancro do fígado, Overdose de medicamentos, Icterícia, Infecção hepática metabólica /infecção hepática genética e Pancreatite.

Quais as suas funções?

Como foi dito anteriormente, o hepatologista tem como principais funções diagnosticar e tratar as doenças do fígado, pâncreas e vesícula biliar. E durante as consultas com o seu paciente, o profissional avalia a saúde do fígado dos pacientes através de uma análise do histórico clínico dele, bem como os exames físicos,  análises e ecografia abdominal.

Após o diagnóstico, ele prescreve o melhor tratamento para o problema, seja por meio de medicações ou, em alguns casos, transplante do fígado — e é o hepatologista que realiza esse procedimento e é responsável por acompanhar os pacientes no pós-cirúrgico.

Além disso, o hepatologista é responsável por realizar pesquisas e investigações médicas na área, a fim de encontrar soluções para as diferentes doenças e aumentar a qualidade de vida dos pacientes que sofrem de doenças hepáticas.

Como se tornar um hepatologista?

Para se tornar um hepatologista, uma pessoa já formada em medicina pode fazer uma pós-graduação relacionada à hepatologia ou realizar esta subespecialidade em residência. 

No entanto, há a segunda opção, que tem a vantagem de conciliar teoria e prática, a fim de  preparar o profissional para procedimentos complexos.

Para isso, é preciso fazer residência em Clínica Médica, que tem dois anos de duração. Em seguida, será necessária a residência em Gastroenterologia, que levará mais dois anos. 

Agora, a residência médica em Hepatologia, pode durar de um a dois anos, irá depender das regras da instituição escolhida.

Quanto ganha um hepatologista?

Para calcular quanto ganha um hepatologista , deve-se levar em conta os dados sobre a remuneração de toda a especialidade em Gastroenterologia. 

De acordo com pesquisas, os ganhos médios deste profissional no Brasil, por mês, são de, mais ou menos, R $6.105,39, para uma jornada de trabalho de 19 horas por semana.

Além disso, a faixa salarial do médico hepatologista costuma ficar entre R $5.816,54 e R $11.841,35, sem incluir adicionais e abonos.

Leave a Comment